segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

por enquanto off =/





Depois de ter o meu amor classificado como doentio, confesso que meio que me bloquiei. Não consigo mais escrever mais nada. O que antes fluia com a maior facilidade, agora nem com reza braba funciona. Não consigo mais escrever nada que preste, e isso está me deixando muito mal.
Gostaria de pedir desculpas aos meus seguidores, às pessoas que leem, comentam e gostam dos meus posts, e que entendam o motivo da minha ausência em escrever a partir de hoje.
Ainda estarei por aqui visitando os blogs e comentando, mas o meu cantinho estará meio parado.


Agradeço a compreensão de todos, e espero retornar o mais breve possivel =)




Ps.:  Gostaria de agradecer a Carol Vasconcelos do blog http://elaseriasempretua.blogspot.com/  pelo desafio, e assim que estiver melhor o farei =)

domingo, 19 de dezembro de 2010

The end...



Hoje acordei decidida a ter a nossa última conversa, aquela que definiria exatamente o meu destino. Aquela que me tiraria das nuvens, e que realmente me fizesse entender o que está acontecendo entre a gente. Aquela que me desse uma luz no fim do túnel, pois nos últimos meses, me sinto como se estivesse andando em uma estrada escura e vazia, sem rumo e sem direção.
Tomei coragem e disquei o seu número, chamou uma, duas... mas antes que você pudesse atender, desliguei. Covarde, assumo. Passei a manhã inteira criando um discurso convincente, capaz de acabar de vez com essa agonia, e te fazer entender de uma vez por todas que não dá para continuar vivendo assim.
O celular tocou, congelei. Era você:

      - Alô? Você me ligou?                                                    
  • Aham. É que a gente precisa conversar - eu disse depressa
  • Aconteceu alguma coisa?
  • Não, mas já vem acontecendo há um certo tempo
  • Ta, então pode ser naquele lugar onde a gente costumava se ver?
  • Aham, pode ser. Daqui a uma hora estarei lá te esperando.

Me arrumei como no nosso primeiro encontro, estava nervosa, minhas mãos suavam descontroladamente, minhas pernas tremiam como nunca antes. Fiquei lá lembrando de tudo o que já vivemos. Realmente, três anos é muito tempo, não tem como negar. Nesses últimos anos, você sempre esteve ali, do meu lado, nem que fosse indiretamente. A verdade é você faz uma grande parte da minha história. Era impressionante como você me irritava, e tudo era motivo de briga. A verdade é que a gente sempre brigou muito, e hoje, vejo que a gente perdeu muito tempo se desentendendo. Sempre fui mimada, mandona, superficial, fútil e a ‘dona da verdade’ e isso te irritava profundamente, assim como você também me irritava com aquela mania de se achar o melhor, e que tudo tinha que acontecer do jeito que você queria. Sempre fomos muito diferentes e esse sempre foi o nosso maior problema.. Errei muito com você, e você não tem noção de como eu me arrependo disso (...)
Cheguei no lugar marcado, e você como sempre, estava atrasado. Olhei em volta, ah... a pracinha! Nossa! Quanto tempo! Já havia um tempinho que eu não ia até lá, aquela era a “nossa pracinha”, assim como havia o “nosso quarteirão”, o “nosso restaurante”, a “nossa música”, o “nosso filme” e tudo o mais que fazia parte da nossa história.
Olhei para frente e não pude conter o sorriso, lá na frente vinha vindo você, todo desengonçado, e com a ‘minha’ camisa preferida. Ao me ver, correu ao meu encontro, mas para meu desapontamento, não acenou, não me cumprimentou, não me deu um beijo, nem sequer aquele beijo na testa que você tanto tinha mania de me dar. Chegou e já foi logo dizendo:
- O que houve? O que aconteceu? O que você quer falar comigo? – a urgência na voz mostrava que estava preocupado com o que eu tanto queria lhe dizer.
Logo, me apressei a dizer: - Calma, não precisa ficar tão afobado. Eu só quero conversar com você. Primeiramente, oi para você também. E, segundo, lembra que dia é hoje?
- Ah! Desculpa, é que eu tava meio nervoso com o seu telefonema. Oi! – e abriu aquele sorriso que me tira a razão, me deu um beijo na testa, olhou o relógio e continuou: - O que que tem hoje? Não me lembro não... não é seu aniversário... que dia é hoje?
- Hoje faz exatamente três anos que a gente se conheceu. A verdade é que passei essa semana inteira alienada do mundo, pensando em nós e cheguei a conclusão que temos que ter uma conversa definitiva, porque assim, eu não quero mais, cansei de sofrer, cansei de passar noites em claro pensando em você, cansei de passar os sábados sozinha em casa, na esperança que você vai aparecer, vai me ligar... cansei disso.
- Mas o que você quer que eu faça? A culpa não é minha. Você sabe disso.
- Eu sei que a culpa não é sua, é nossa. NÓS que erramos. Eu só quero que você diga que ainda me ama, assim como eu também te amo, só queria que você largasse tudo e ficasse comigo, porque eu sei que a gente tem muito o que viver, que a gente ainda vai ser muito feliz e tenho certeza que a nossa história ainda não acabou – ao dizer isso as lágrimas começaram a escorrer descontroladamente. Você me abraçou e disse:
- Eu te amo muito, a verdade é que eu sempre te amei, durante esses três anos, mas agora já é tarde demais, eu sinto muito, mas eu não posso largar tudo para ficar com você, não posso magoar a M*, a gente já teve a nossa chance, mas acabou. Eu sinto muito, mas acabou. Não vou dizer que não te amo mais, que já te esqueci faz tempo, porque isso não é verdade. Eu sou quem sou graças a você, você me transformou nesse cara responsável e maduro que sou hoje. Você é muito importante para mim e continuará sendo para sempre. Mas não posso fazer isso.
Enxuguei as lágrimas, levantei, ajeitei a roupa e sai. Não havia mais o que falar, não iria ficar ali me humilhando e me rebaixando. Antes de atravessar a rua, você me puxou e falou:
-Quando eu disse que te amo, eu não falei da boca pra fora, eu te amo, de verdade, muito. Mas eu não sou o cara certo para você, você merece muito mais do que eu posso te dar, e a gente não dá certo junto, quantas vezes a gente já tentou? Eu já até perdi as contas. Nesses três anos, a gente já terminou e voltou tantas vezes, e dessa vez não seria diferente. Desculpa. Eu não quero te machucar, não quero te fazer sofrer, não quero te ver chorar. Quero te ver sorrindo, e que encontre a pessoa certa, porque eu não sou o certo para você. Espero que você encontre um cara que possa te fazer sorrir e que ele seja tudo o que eu tentei ser, mas não consegui. Eu te amo, mas não dá mais. – tirou a medalhinha que usava no pescoço, botou em torno do meu e disse: - Essa medalhinha é para você nunca esquecer de mim, e que ela te proteja sempre, assim como já me protegeu, pois eu não estarei mais aqui para te amparar.
Te olhei e dessa vez não consegui dizer mais nada, apenas te abracei, e desejei nunca mais sentir aquilo que estava sentindo, era uma dor que não tem explicação. E alguma coisa me dava certeza, que aquilo não acabaria ali, daquela forma. O apertei com toda a minha força contra meu peito, e chorei até não haver mais lágrimas para derramar, mais uma vez me recompus e lhe disse:
-Eu te amo, e não vou desistir tão fácil assim. Eu sei que a nossa história ainda não acabou. Eu vou seguir meu caminho, mas fique sabendo que sempre estarei aqui, pronta para largar tudo para correr para os seus braços. Sempre estarei aqui a sua espera.
Atravessei a rua sem olhar para trás, e segui o meu caminho como havia dito.

Que não importa o tempo que for
Eu vou te esperar, eu vou te esperar...






terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Anda menina!

Anda menina, levanta dessa cama! Anda! Sei que tá doendo, mas levanta. Coloca uma roupa. Passa a maquiagem. Arruma esse cabelo. Ajeita a armadura. Segura o coração. Sai por aquela porta. Enfrenta o vento. Sorri pro Sol. Segura o coração.
Olha pra ele. Passa reto. Não caia. Não caia. Engole o choro. Finge de
morta quando ele falar com você. Seja fria. Continue andando. Enfrente
seus problemas de cara. Reaja. Vai. Tá pensando que é só você que sofre?
Tá enganada. Anda menina. Para de ser infantil. A culpa não é de
ninguém. Seus pais não são errados. A culpa é tua. Se apaixonou agora
segura. Anda. Seja forte. Seja feliz. Seja uma mulher.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Desculpa... eu cansei de você

       
     Cansei de te esperar e achar que a gente vai dar certo. E como você mesmo disse: " eu te amo mas não é suficiente", apesar de antes não ter concordado com isso, hoje vejo que realmente, não é mais suficiente como era antes. Ainda te amo sim, mas não como antes. 
     Você não me verá mais nos lugares de sempre, não ouvirá mais falarem de mim. Estou te dando as costas agora, pela primeira vez, vou seguir o m eu caminho sem olhar para trás, porque olhar para trás é "amanhã eu volto" mas dessa vez, jurei para mim mesma que não vou voltar.
    Cansei de toda essa história, não estou aqui para brincarem com meus sentimentos, não merço ser feita de boba.
     E se lá na frente, você por acaso me encontrar, me faça um favor: não venha falar comigo, passe direto, a verdade é que eu sou muito melhor sem você mesmo, e pode acreditar, eu nem estou me despedaçando.


"Chega desse amor que me fez tão mal
Chega de sofrer, adeus
ponto final"

sábado, 27 de novembro de 2010


"E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário...por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda."


Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 15 de novembro de 2010


"Farei o possivel para não amar demais as pessoas, sobretudo, por causa das pessoas.
Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe.
Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o minimo.
É uma forma de paz...
Também é bom porque em geral se pode ajudar muito mais as pessoas quando não se está cega de amor"
      

domingo, 14 de novembro de 2010

O que você siginifica para mim

 
 
Não posso culpar você por pensar
Que você nunca conheceu nada de mim
Eu tentei negar você
Mas nada nunca me fez
Sentir tão mal
Eu pensei que estava protegendo você
De tudo que eu sofri
Mas eu sei que nos perdemos ao longo do caminho
Aqui estou eu
Com todo o meu coração
Espero que você entenda
Que eu te decepcionei
Mas eu nunca mais vou cometer aquele erro
Você trouxe-me mais perto de quem realmente sou
Venha, pegue a minha mão
Eu quero mostrar ao mundo
O que você significa pra mim
(tradução: What you mean to me)

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Mas o amor não é suficiente...


- Você sabe que eu te amo muito né?
- Sei. Eu também te amo muito.
- Então, por que a gente ainda não tá junto?
- Porque nos amarmos não é suficiente para ficarmos juntos.
- E por quê não é suficiente?
- Porque não sou o certo para você. Porque a gente é muito diferente. E você merece muito mais do que eu sou capaz de te dar.
- Mas eu não quero o cara certo. Eu quero você. A gente é diferente sim, mas e daí? Isso não é motivo.
-Mesmo assim, agora já é um pouco tarde né Kauana. A gente não pode mais ficar junto, já tivemos a nossa chance...
- Como é tarde Matheus? Nunca é tarde para amar....
- Mas já acabou. Estou com a Mayara agora, você sabe disso, e não quero  magoar quem me ama
- Mas eu te amo...
- Eu sei. Eu também te amo, mas não é suficiente.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

...

     

      Todos os dias acordo afoita, com esperanças de que ele estará lá embaixo, na portaria do meu prédio, a minha espera, mas ao descer, me decepciono. Não, ele não está ali como eu presumira. Não responde mais as minhas mensagens, não atende mais meus telefonemas. Depois de quase um mês, ele não apareceu, não deu sinal de vida.
      Será que alguém pode me explicar o que aconteceu? Não sei mais o que pensar, vivo alienada do mundo, perdi a vontade de viver, perdi a vontade de ser quem eu sou. Não vejo mais alegria em fazer nada que antes gostava de fazer. Virei um robô, de casa para a escola, da escola para o inglês, do inglês para casa. Não tenho mais vida social, aos poucos estou perdendo todos os meus amigos, eles já cansaram de tentar me animar, pra eles eu já sou uma causa perdida.
      Queria muito poder acreditar que essa dor vai passar, mas cada dia que passa dói mais...

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A despedida

          
      Hoje, ali estava você a minha espera novamente, como antes. Estava com aquele sorriso que me tira de órbita, que me faz perder o controle. Fui ao seu encontro, e confesso que não consegui deixar de sorrir também. Afinal  de contas, acordar e já te encontrar pela manhã, antes da escola, já faz com que meu dia mude completamente.
        Rapidamente, me envolveu em seus braços, mal sabia ele o quanto estava precisando daquele abraço que só ele é capaz de me dar, que me faz esquecer todos os problemas, todos os pesares. Foi me apertando cada vez mais como se tivesse medo de me perder. A dúvida logo tirou o sorriso do meu rosto, não estava entendendo o motivo daquilo tudo.
       Me desvencilhei, olhei para o seu rosto, logo, uma lágrima escorreu e para a minha surpresa várias outras começaram a cair, como uma cachoeira. Nunca te vi chorar, e isso me assustou profundamente, logo você, que me parecia ser tão forte, que ao meu ver era como uma fortaleza, como podia estar chorando daquele jeito? Ao ver minha cara de espanto, logo enxugou as lágrimas, se recompôs, segurou minhas mãos e me pediu: "Nunca me esqueça e nunca duvide do amor que eu sinto por você". Em seguida me abraçou novamente, um abraço tão cheio de urgência, medo e amor, como se fosse uma despedida. Ao pensar nessa hipótese, finquei minhas unhas em suas costas, o apertei como se nada pudesse nos separar. Não demorou muito para que os dois estivessem ali, chorando. Meu celular tocou, era uma amiga, perguntando onde eu estava e que eu já estava atrasada para a primeira aula, desliguei o celular e fiquei olhando para o seu  rosto, procurando qualquer pista capaz de me dizer o que realmente estava acontecendo. A escola podia esperar, meu coração não.
      Me desvencilhei mais uma vez, segurei seu rosto com minhas mão tremendo e disse: " Me prometa que nunca, nunca vai me abandonar?". Ao ver que ele não respondia, comecei a sacudí-lo: "Anda, promete. Promete que não vai me deixar", comecei a chorar desesperada ao ver que ele não iria me fazer aquela promessa.
     "Matheus, o que está acontecendo? Me fala, anda Matheus, me diz alguma coisa", ele abaixou a cabeça como se peisse desculpas e falou : "Só lembre-se que durante esses três anos eu te amei profundamente, que foi a coisa mais bonita que eu já senti em toda a minha vida e que você será sempre a 'minha menina', mesmo que o tempo passe, que cada um siga a sua vida com caminhos opostos, saiba que sempre te levarei aqui", pegou minha mão e me levou ao seu coração, me deu um beijo na testa e continuou: "mesmo que tudo mude, esse sentimento vai continuar aqui, intacto." O abracei com tanta força que parecia que ele iria se desintegrar.
    Ao soltar, me deu um outro beijo na testa e disse: "Adeus" fiquei paralisada ao ver que ele estava indo embora, não conseguia me mexer, as lágrimas caiam descontroladamente, e, ao vê-lo dobrar a esquina, meu coração começou  a bater descompassado, como se um pedaço meu tivesse ido junto com ele, senti uma dor que nunca havia sentido antes, fecehi os olhos e disse :"Eu também te amo muito e eu nunca me esquecerei de você, apesar de tudo, você sempre foi o meu amor e sempre será, independente do que ocorra", e mesmo sabendo que ele já estava longe, eu sabia que ele podia me ouvir. Que de alguma forma, ainda estávamos ligados. E que aquele sentimento não acabaria tão fácil.


"Mesmo que as palavras sejam esquecidas, 
que a presença não seja constante
e que os camihos sejam diferentes:
Pode ter certeza, te amarei para sempre"



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

He wasn't there

 
 
Ele não estava lá quando eu precisava dele
Não, ele nunca estava por perto
A reputação dele o antecedia
E ele estava fora, na cidade
Não me importava se ele me desapontava
Eu não me importava com as mentiras
Agora, tudo o que eu sabia é que ele me amava muito
Ele era o meu herói disfarçado
(...)


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Quero que esse sonho se transforme em realidade, quero você !

     

      Começou chamando a minha atenção pelo suposto "sucesso com as meninas", a fama de "garanhão", "galinha" e "conquistador barato". Não bastou nem uma hora de conversa para que eu me encantasse com aquele jeito de ser.
      Agora já está aqui, tirando o meu sono e entrando nos meus sonhos sem nem pedir permissão.
      Descobri que por trás da fama, a verdade é que de garanhão mesmo não tem nada, convencido talvez, mas garanhão mesmo só os fofoqueiros de plantão que dizem.
      Por quê você foi invadir logo os meus sonhos? Quem deixou? Por quê foi entrar nos meus pensamentos? Quem deu permissão? Era apenas uma brincadeira, quem diria que eu, logo eu, iria me apaixonar?
     Quem mandou ter esse sorriso que me faz sair do foco, perder a razão?
     E eu que estava há um mês atrás remendando esse coração quebrado, pensando que nunca esqueceria todo aquele sofrimento, me vejo hoje querendo mais é esquecer tudo aquilo que passou, querendo que tudo se exploda, e que o tempo passe logo, pois eu tenho pressa, quero VOCÊ!!!
    Não estranhe por eu ter me apaixonado por você, estranho seria não se apaixonar por uma pessoa tão apaixonante como você.
    Te querer ao meu lado e sonhar com você já virou rotina, foi-se o tempo em que eu tinha medo de pegar no sono e ele me trazer sofrimentos, agora, me deito logo cedo e fico torcendo para pegar no sono logo e você aparecer mais uma vez, ali só há eu e você e ninguém pode nos separar, é tudo tão perfeito... Mas ao amanhecer, você se vai. Acordo assustada, te procuro, mas você não está mais ali, se foi como eu presumira.
    Mas farei o possivel e o impossivel para que os sonhos enfim, se transformem em realidade. Foi-se o tempo de me satisfazer com pouco.
    Quero seu sorriso, seu beijo e você só pra mim. ONLY THIS

sábado, 18 de setembro de 2010

melhor assim...

     

      E eu, que tanto disse que nunca iria deixá-lo, me vejo hoje arrumando qualquer pretexto bob para me desvencilhar, inventar qualquer coisa para não estar com ele. Parece estranho: mas a verdade é que não o amo mais. Não sinto qualquer resquicio do menor que seja, desse sentimento que tanto fiz questão de gritar aos quatro ventos que seria eterno. Sempre pensei que nunca diria isso, mas acabou. Ainda sinto um grande carinho e uma grande consideração por ele, mas não sinto mais nenhum coração descompassado, pernas bambas, borboletas na barriga ou qualquer outra coisa do gênero, não sinto mais nada além do normal.
     E o único motivo pelo qual não quero mais estar com ele é que me sinto muito desconfortavel em qualquer  situação em que sejamos colocados como casal. Não somos um casal, nunca seremos.E hoje, percebo que nunca fomos realmente um casal
    E como já dizia a nossa música, somos apenas bons amigos, mesmo que agora nem mais os "amigos" podemos ser, já que por ironia do destino, o tempo nos afastou. Mas pelo menos, foi bom para ambos os lados, pelo menos não no ofendemos e brigamos mais. Foi bom para todos nós.


*para uma pessoa que já foi um grande amor, 
mas que já há algum tempo nem amigo mais é...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Ainda resta uma faisca de esperança!!

     
    Podia vir aqui e te dizer que já te esqueci faz tempo, que você não é mais nada para mim, que você já é passado,  página virada, arrrancada, amassada e jogada no lixo. Mas não, estou aqui para te dizer que mesmo depois de todo esse tempo, eu não te esqueci um dia sequer, que eu ainda te amo, e que me arrependo imensamente de ter te esnobado tanto. Fui tola quando achei que você era perda de tempo.
   Depois de tanto tempo, vejo que você também não me esqueceu, que apesar de tudo, ainda temos chances. Ainda resta uma faísca de esperança!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

 
Já dei tempo ao tempo, mas o tempo não me ajuda
Se tento te esquecer só faço te querer
Tá no meu pensamento sentimento que não muda
Tô louco pra te ver
Só quero amar você...
 (tempo ao tempo - Jorge e Matheus)

domingo, 5 de setembro de 2010

Selinhos *-*

Ganhei um monte de selinhos, mas como não tive tempo de posta-los antes, estou botando todos aqui juntos. Gostaria de agradecer a todos que leem meu blog, e fazem comentários, vocês não sabem o quanto fico feliz quando vejo um monte de comentários nos meus posts. Muito obrigado a todos =)


Esse selinho recebi há um tempinho já (rsrs) do blog: http://vilaodeumromance.blogspot.com/ 


REGRAS:

- repassar o selo para 9 blog's;
- avisar a cada uma das blogueiras; 
- TAG: falar 9 coisas sobre mim (você). 
 
Indico aos seguintes blogs:
 
- Falar 9 coisas sobre mim


1. Sou muito romântica
2. Adoro escrever
3. Odeio que inventem coisas a meu respeito
4. Não vivo sem música
5. Meus amigos e minha familia são as coisas mais preciosas da minha vida
6. Quero fazer direito =)
7. Sou muito leal aos meus amigos e faço de tudo para vê-los felizes
8. Quero fazer intercâmbio para a Espanha ano que vem
9. Nunca desisto do que eu quero

Esse selinho aqui eu ganhei do blog http://jennywestwick.blogspot.com *-* que eu adoro muito =)


 REGRAS: 
a)Esse selo devemos atribuir aos blogs que gostamos e os quais mais visitamos regularmente.
b) Ao receber o selo “Blog da Mulher Moderna!!” devemos escrever um post incluindo: o nome de quem nos deu o prêmio com o respectivo link de acesso + a indicação de outros 5 blogs!

1. http://febarcelloss.blogspot.com/
2. http://morangoeestrelas.blogspot.com/
3. http://karenvallerie.blogspot.com/
4. http://naminhaestante1.blogspot.com/
5. http://h-katia.blogspot.com/


Esse outro selinho eu recebi do blog http://foipeloamoroupelador.blogspot.com/  

Regrinhas:

1-Dizer qual blog te presenteou, com o link:http://foipeloamoroupelador.blogspot.com/
2-Passar adiante : para todas que me seguem ... podem pegar vocês merecem.
3-Terminar a seguinte frase:
Meu blog pra mim, é... onde eu consigo desabafar, dizer tudo o que está passando na minha cabeça, tudo o que eu estou sentindo!

E por último esse selinho que eu adorei demais, do blog  http://blogdagarota10.blogspot.com/  =)
Dedicar a mais 10 blogs...




Obrigado a todos pelo carinho =)


sexta-feira, 3 de setembro de 2010

...

    
   "Te amo muito, te quero muito", foram as palavras que deveria ter te respondido quando me fizeste aquelas perguntas que até agora estão zunindo em minha cabeça. E agora me pergunto se perdi a chance de poder te ter novamente entre meus dedos.
   Não tem como negar, você é o único que consegue me deixar nervosa, que me faz perder o juizo, a razão, a fala, e é em você que eu penso todas as noites antes de dormir, tentando descobrir onde eu errei.
  Não te tenho mais em meus braços, não te vejo mais sorrir, seu cheiro não está mais preso em meu corpo, sua boca não encontra mais a minha, agora ela se repousa em outros lábios, hoje, você não me vê mais como a sua namorada, "sua eterna menina" como você tanto adorava me chamar, meu posto foi tomado de mim sem nem pedir licença.
   Só sei que quando cai na real, você não estava mais do meu lado, e meu lugar já havia sido ocupado por outra com carinha de anjo e voz de criança.
   Aos poucos, ela foi tomando tudo o que era meu antes. A começar pelo namorado, depois pelos amigos... não é errado eu querer tudo de volta, afinal de contas, essa vida que ela está vivendo me pertence.
   Não sei como isso foi acontecer, só sei que essa história ainda não acabou, você ainda não me esqueceu, eu vejo isso nos seus olhos, está estampado no seu rosto para todo mundo ver.
   Por que você não acaba com isso logo? A verdade é tudo o que eu posso ouvir toda vez que você mente me dizendo que a nossa história chegou ao fim.


" Se eu apenas soubesse o que sei hoje...
Eu seguraria você em meus braços e tiraria toda a dor
Agradecer tudo o que vcoê fez
Perdoar todos os seus erros (...)"




domingo, 29 de agosto de 2010

Como eu queria que tudo fosse diferente...

      

      Como eu queria o seu abraço, as suas palavras que só você sabe me dizer quando tudo está assim, tão triste e pra baixo. Você não tem ideia de quanto eu queria que você estivesse comigo.
      Posso me fazer de durona, mas todos sabem que por mais que eu negue, eu ainda te amo e está me matando te ver assim tão longe...
      Sei que não somos mais nada além de amigos, mas não me conformo. Como um amor pode acabar assim?
      Como eu queria poder acordar toda manhã sabendo que você estará lá a minha espera. Como eu queria poder te beijar intensamente, mas sem a urgência de que esse poderá ser o último. Como eu queria dividir todas as minhas alegrias e conquistas com você... Como eu queria o seu amor verdadeiro, sem jogos, mentiras ou falsidades, apenas um amor genuíno e sorrateiro capaz de me fazer perder a razão. Como eu queria que você fosse meu pelo menos uma vez...


  

domingo, 22 de agosto de 2010

PROMOÇÃO *-*

- Promoção 1 Ipad ou 100 livros -
     
Dia 18/09/2010 a Skoob ira sortear 1 ipad e 100 livros para quem se cadastrar http://www.skoob.com.br/promocao/codigo/22418 Você pode escolher ganhar 1 Ipad novinho ou 100 incriveis livros. Tá esperando o que? Cadastre-se!!!

Em busca de um novo amor (...)





Depois de meses, acabei entendendo. Não tem o porquê de chorar rios de lágrimas por uma coisa que acabou. Eu, que tanto disse que nunca acabaria, que seria eterno e talz, me vejo hoje quebrando a cara e tendo que adimitir que estava errada. Realmente não foi eterno, e acabou.
Não sinto mais raiva, ou desprezo, para falar a verdade, não consigo sentir nada de ruim, mas também não posso dizer que te amo, ou que nossa amizade ainda continuará a mesma, porque estarei mentindo.
Só quero seguir minha vida e que você também siga a sua. Quero encontrar um novo amor, que ele saiba me dar valor, que ele consiga aturar meus temperamentos, e que esteja aqui quando eu precisar. Não estou pedindo nada demais, ele não precisa ser perfeito, pois a perfeição estressa, ele não precisa ser um principe encantado, porque com certeza eu seria muito possessiva e ciumenta e acabaria não dando certo, ele não precisa ser rico, pois dinheiro demais não traz felicidade...
Não procuro a pessoa perfeita, apenas uma que me ame e eu também a ame e isso basta. Não quero mais sofrer por uma coisa que não deu certo, o que foi já foi, não vai voltar, acabou, e agora eu vejo que isso não foi tão ruim assim, me fez crescer, e entender que nada é eterno.

AH coração!! Se apronta para recomeçar
AH coração!! Esqueça esse medo de amar de novo

sábado, 14 de agosto de 2010

   


'' Chorar não resolve, falar pouco é uma virtude, aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo. Para qualquer escolha se segue alguma consequencia, vontades efêmeras não valem a pena; quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Perdoar é nobre, esquecer é quase impossivel. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do presente, mas não é preciso perder para aprender a dar valor, e os amigos ainda se contam nos dedos...
     Aos poucos, você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar para o resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remedio, mas seus resultados nem sempre serão imediatos"

(Chales Chaplin)




domingo, 8 de agosto de 2010

Mais selinho *-*

  


Obrigado aos blogs http://crisdiarionline.blogspot.com/     http://febarcelloss.blogspot.com/   
pelos selinhos!!! Eu adorei!!! E muito obrigado também por todas as pessoas que comentam no meu blog, é muito bom saber que tem gente que gosta e se identifica com os meus textos!      

domingo, 1 de agosto de 2010

Eu nem estou me despedaçando (...)


          

Eu, que sempre fui daquelas sonhadoras inveteradas, românticas até o fim, me vejo hoje, desacreditando em tudo aquilo que tanto almejei, e nada romântica. Mais uma vez, me vejo a beira do abismo, realmente não sei mais o que fazer, não estava preparada para descobrir aquilo, e acho que a ficha não caiu totalmente. Não consigo acreditar que você nunca mais será meu. O pior é tentar conviver com essa situação como se nada estivesse acontecendo, como se eu não estivesse me quebrando toda vez que te vejo e me lembro de tudo o que passamos, e que não passaremos nunca mais.
           Só agora, com essa história é que eu fui perceber o quanto eu amadureci, acho que não sou mais aquela menina mimada, que bate o pé até conseguir o que quer. Nunca pensei que pudesse reagir tão bem, quanto eu reagi, quer dizer, nunca nem cheguei a pensar que passaria por uma situação ao menos parecida.
Parece estranho, mas não consigo ter qualquer sentimento por você, nem bom, nem ruim, nada. Não me arrependo de ter lutado por você enquanto achei que deveria, mas me arrependo imensamente de ter perdido um ano da minha vida com alguém que nunca valeu a pena, mesmo se nada disso tivesse acontecido, a gente não iria dar certo, a gente era muito diferente, enquanto eu me doava demais, você não fazia o mínimo esforço para retribui pelo menos um pouco. Nesse ano, perdi muita coisa, magoei pessoas que poderiam me fazer feliz, perdi amizades que poderiam ser por toda a vida. Todos me diziam que não valia a pena, mas não, eu queria tentar, eu achava que conseguiria reverter a situação, que seria capaz de fazer você me amar como eu te amava. E agora? Todo os meus esforços foram em vão, fui enganada, feita de boba. Não suporto isso. Posso ter crescido, amadurecido, mudado, mas não tenho sangue de barata, e não sei ser hipócrita e viver de falsidade e segredos, por isso não quero mais fingir que somos amigos.
A verdade é que não somos mais nada um do outro, desde o momento que você resolveu me enganar e me esconder as coisas. Quero manter distância de você e de tudo o que me faz lembrar de você. Cansei. Você foi perda de tempo. Não me procure mais, nunca mais, pois você pode ter certeza, eu nunca mais irei te procurar. Se eu precisar de algum amigo, pode ficar sossegado, que com certeza ele não será você. Já te deletei da minha agenda faz tempo. E eu só lamento, que em uma amizade tão bonita, não tenha sobrado nada, nem um misero sentimento de compaixão ou pena. Sorry honey... mas não quero mais viver no meio de mentiras e falsidades. Você já me enganou muito, e não quero participar do seu teatrinho, se você quiser, você que procure outro fantoche, porque pra mim já deu.
Não merecia passar pelo que passei, não merecia ter sido feita de boba, todos já sabiam, ninguém teve coragem de me contar o que estava acontecendo, como sempre, fui a ultima a saber. Até pensei na hipótese de sermos só amigos, mas isso só vai piorar as coisas, não sou como você, não consigo enganar as pessoas, prefiro continuar assim. Acabou de verdade, não existe mais eu e você, não existe mais nós. Só existe um coração remendado, com ódio e desacreditado de amor, e toda uma vida pela frente.
 
Não diga que você sente muito

Porque eu nem estou me despedaçando

Você não vale o tempo que isso está tomando (...)
A verdade é tudo o que eu posso ouvir
Toda vez que você mente

sábado, 31 de julho de 2010

SELINHOO *-*


Ah!! Eu adorei esses dois selinhos que eu recebi do blog  http://www.girlteen-vip.blogspot.com/
ADOREEI *-*

REGRAS:

 - repassar os selinhos para mais 15 blogs:


http://derestart.blogspot.com/
http://bloguepeek.blogspot.com/
http://xxsweet-dreamsxx.blogspot.com/ .
http://bomdiasophia.blogspot.com/
 http://balacomchiclete.blogspot.com/
http://cincocoisasquevocenaosabe.blogspot.com/
http://essenciaepalavras.blogspot.com/
http://anjoslaly.blogspot.com/
http://caarlaguimaraes.blogspot.com/
http://resmungulios.blogspot.com/
http://lisandralavigne0.blogspot.com/
http://bsegal.blogspot.com/
http://fakees.blogspot.com/
http://depoisdetempos.blogspot.com/
http://pinexistente.blogspot.com/



 - falar 10 coisas sobre mim:

1- Segunda a rotina volta ao normal... as aulas voltaam =(
2 -  Virei a melhor amiga do menino que mais me irritava  e a gente só brigava (mas pelo visto, as coisas estão muito mudadas!!!)
3 - Estou apaixonada pelo meu melhor amigo, e quase ninguem sabe (principalmente ele)
4 - Essa madrugada tive febre e quaaaase morri  :s
5-  Praticamente todas as lojas estão em liquidaçãoooo e eu to quase pirando!
6- Meu blog ja tem 52 seguidores! E eu to muito feliz *-*
7- Estou com as unhas descascando e to com preguiça de ir na manicure pintar
8- Hoje já são 19:07 e eu ainda estou de pijama
9- Não aguento mais usar óculooos!
10 - Ano que vem tudo terminaa! (nem acredito)

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Você está me perdendo agora


    

  Minhas amigas tentaram me dizer desde o inicio que você não era o certo para mim. Minhas amigas tentaram me dizer para eu ser forte. Aposto que você não imaginava que eu perceberia. Eu quero te ver chorar como eu já chorei mil vezes. Você está me perdendo agora. Espero que para sempre dessa vez.
      Cansei de ser aquela ingênua que você tanto adorava enganar. Pra mim já deu. O que tinha que acontecer já aconteceu. Você me enganou, e estou cansada de viver no meio de suas mentiras e falsidades. Pra mim já foi, pra mim já deu! Sorry honey... Mas pra mim acabou.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Eu estou bem melhor agora (...)



Eu não dou a mínima com o que você diz para mim
Eu realmente não me importo com o que você pensa sobre mim
Porque de qualquer forma você vai pensar no que você acredita
Não há nada que você diga que poderia me magoar

Eu fico melhor sem você mesmo
Eu pensei que seria difícil, mas eu estou bem
Eu não preciso de você, se você vai ser daquele jeito
Porque comigo, é tudo ou nada

Eu estou cansada dessa merda
Não nego
Você é uma perda de tempo
Eu estou cansada dessa merda
Não me pergunte por quê

Eu te odeio agora
Então afaste-se de mim
Você já era

Eu sinto a sua falta




Eu sempre precisei ficar um pouco sozinha
Eu nunca pensei que eu
Precisaria de você quando chorasse
E os dias parecem anos
Quando eu estou sozinha
Quando você vai embora
Eu conto os passos que você dá
Você percebe o quanto eu preciso de você agora?
Quando você vai embora
Os pedaços do meu coração
Sentem a sua falta
Quando você vai embora
O rosto que eu conheci
Também me faz falta
Quando você vai embora
As palavras que eu preciso ouvir
Para conseguir passar o dia
E fazer tudo ficar bem...
...
Eu sinto sua falta
Eu nunca me senti assim antes
Tudo o que faço
Me lembra você
Eu sinto sua falta
Nós fomos feitos um para o outro
Para ficarmos juntos para sempre
Eu sei que fomos
Eu só quero que você saiba
Tudo o que eu faço me entrego de corpo e alma
Até perco a respiração
Eu preciso saber que você está aqui comigo


Chegou a hora de RECOMEÇAR, acreditar, pode ser, melhor assim(...)


(...)Sem você, enfim te esquecer. Voltar a ver graça nas coisas que já não tem sentido. Voltar a confiar nas pessoas, sem o receio de que elas irão me decepcionar. Descobrir que, o meu melhor amigo, pode na verdade ser um grande amor… Que eu posso viver intensamente o presente, sem nem precisar pensar no que acontecerá no futuro. Que eu posso ser como eu sou, sem me preocupar com o que pensam de mim. Olhar para o lado, e descobrir que tem uma pessoa que me ama, que sempre esteve ali, e nunca me abandonou, e eu que estava cega e não tinha idéia do quanto era amada. Não ter medo de chorar por uma grande causa. Não me arrepender de falar a verdade, mesmo que em algumas situações, alguém saia magoado. Voltar a fazer o possível e o impossível apenas para ver um amigo mais feliz. Voltar a ser aquela menina, que mesmo com os maiores problemas está rindo, aquela menina que não se deixa abalar por qualquer coisa. Chegou a hora de esquecer o que eu vivi nesses últimos meses, e voltar a ser a Kauana de antes, porque ela não tinha medo de sonhar, e sonhar é a melhor coisa que tem.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Desejo que você tenha a quem amar








Que ela seja aquela pessoa que te faça sorrir quando você quiser chorar, que ela tenha calma e saiba esperar que você tome suas decisões (mesmo que para isso leve meses). Que ela saiba reconhecer quando você precisar de um abraço, de um conselho. Que ela te entenda, e fique do seu lado, independente do que pensem. Que ela saiba ser sensível no momento certo, para não assusta-lo. Que ela nunca o deixe de lado. Que ela nunca minta para você. Que ela saiba dizer sempre as coisas certas, nos momentos mais difíceis. Que ela te ame incondicionalmente, e que não tenha vergonha de dizer isso a todos. Que ela saiba demonstrar o quanto você é especial e único. Que ela tenha consciência da pessoa inexplicável que tem nos braços. Que ela se importe com você sempre, em primeiro lugar. Aquela que seja sua melhor amiga, sua confidente, aquela pessoa que você confiará acima de tudo. Espero que ela seja tudo o que você sempre quis. E tudo que eu tentei, mas não consegui ser.

Nossa história teve um fim


Depois de tudo, chegou a hora de aceitar. Não tenho mais desculpas para lutar, para querer que tudo volte a ser como antes. Nossa história acabou. Eu te amo muito, mas sou orgulhosa o suficiente para nem te olhar mais. Quero seguir a minha vida e tentar te esquecer. Já passou da hora, já se passaram meses, a vida continua, e não posso parar de viver por sua causa, tenho que viver e ser feliz, e aprender a viver sem você. Tenho certeza de que lá na frente, eu vou encontrar uma pessoa muito especial, que vai me fazer feliz, que vai realmente me amar, que não vai me enganar e que vai fazer de tudo para não me magoar. Espero que você também encontre essa pessoa, apesar de eu achar que poderia muito bem ser ela.

Sabendo que eu tenho razão por que é que eu vou chorar?




Realmente não tenho sangue de barata, não suporto hipocrisia, achava que não conseguiria viver sem você, que não teria forças para seguir em frente se você não estivesse ao meu lado, mas descobri que sou forte o suficiente para seguir a minha vida sem precisar olhar para você. Sua amizade foi sim, muito importante para mim, em um certo momento chegou até a ser essencial, mas não é mais. Descobri um novo mundo, descobri um novo modo de ser feliz, resolvi parar de achar que tudo poderia voltar a ser como antes, sei que você se arrependeu, mas as suas desculpas não bastam, seu arrependimento veio tarde, eu achei que poderia cicatrizar as feridas, passar uma borracha no acontecido, e voltar a ser sua amiga, sua melhor amiga, sua confidente, aquela que estaria ali do seu lado, que não te deixaria na mão, que te faria sorrir mesmo quando você quisesse chorar, que limparia suas lagrimas, que se importaria com você em primeiro lugar, sempre, aquela para quem você contaria todos os seus segredos, tudo o que você pensa, tudo o que você sente(...) mas eu sinto muito. Eu não consegui esquecer o que aconteceu, e duvido que um dia eu consiga e por mais que eu dissesse que a nossa amizade fosse mais forte que tudo e todos, meu amor não suportaria que a amizade vencesse essa batalha. Prefiro que não nos falemos mais. Não sou masoquista. Não quero continuar sofrendo. Ainda te amo, do mesmo jeito, com a mesma intensidade. Mas não dá mais para sermos amigos. Nessa batalha entre o amor e amizade, eu prefiro que o amor ganhe. Mas só temporariamente. E que daqui há algum tempo, ele encontre um outro amor, capaz de me fazer te esquecer. E que dessa vez eu possa me entregar sem me arrepender depois. Desculpa, mas dessa vez, só dessa vez, eu vou pensar primeiro em mim.

You love me? Yes
You give me another chance? .... No (cry)